A música eletrônica é aquela criada ou modificada pelo uso de instrumentos ou equipamentos eletrônicos. Esse gênero musical próprio é recheado de vertentes que se desenvolveram a partir do auge da música disco, no fim da década de 1970. 

Cada estilo possui uma característica específica de BPM (batidas por minuto), a velocidade da música. Mas a música eletrônica possui uma estrutura comum independente do estilo: introdução, break (ponto calmo, de desenvolvimento da track), build up (ponto de tensão, o clímax antes do drop), drop (ponto mais agressivo da música onde há concentração dos elementos) e final. 

Para entender melhor a música eletrônica, pontuamos suas principais vertentes. Veja!

Quais as vertentes da música eletrônica?

Techno

Caracterizada por ser dançante, possui ritmo acelerado e melodia monótona. É semelhante ao estilo house e surgiu na década de 1980. O nome identificava músicas feitas exclusivamente por computador, sem uso de instrumentos musicais tradicionais.

Tech house

Tech House é um fusão do Techno com o House. Ele conferiu mais ritmo, melodia e flexibilidade ao Techno. É um pouco mais lento, mas tem um ritmo bem dançante e vocais melódicos.

Lounge

A música eletrônica feita para relaxar. Seu intuito não é dançar, mas trazer um clima harmonioso. Geralmente, é tocado em estabelecimentos mais descoladinhos e lojas de roupa de grife. Pode abranger desde Bossa Nova à Música Oriental.

Trance

É uma das principais vertentes da música eletrônica. Caracterizado pelo tempo entre 130 e 190 bpm, possui uma forma musical progressiva durante a composição e partes melódicas de sintetizador. Deriva do house e do techno, e emergiu na década de 1990. 

Possui variações, como psy-trance, full on, progressive e outros.

Dubstep

Marcado pelo uso intenso de sub graves e de “bass drops” no fim da introdução, momento em que os elementos dominantes da estrutura são introduzidos. Essas frequências baixas são sentidas no corpo, inclusive. 

Drum ‘n’ Bass

Esse estilo de música eletrônica é também conhecido como D&B ou DnB. É caracterizado por batidas rápidas, próximas a 170 BPM. A vertente incorporou elementos de diversas culturas musicais, como house, jazz, pop, metal, rock, electro, entre outras.

Electro

Escutou o som do tecladinho que se popularizou na década de 80? Pode suspeitar que é Electro. Mais que som, essa vertente de música eletrônica tem uma estética de futurismo, glamour e sensualidade. É uma junção de música eletrônica e moda, por assim dizer. 

Minimal

Vertente minimalista de música eletrônica, ligada ao movimento e à arte minimalista. Aqui, vale o ditado “menos é mais”..

House

Originária em Chicago, na primeira metade da década de 1980, essa vertente de música eletrônica possui batidas bem rápidas, entre 118 e 135bpm, mas tinha batidas mais lentas no seu surgimento.

Seu elemento comum é a batida 4/4, gerado por uma caixa de ritmos ou um sampler. Em geral, utiliza-se sons contínuos que se repetem eletronicamente a partir de linhas de sequência geradas por um sintetizador.

A house music possui várias vertentes como:

  • Deep house: fundiu elementos de jazz e funk, com um toque de soul music, com a Chicago House.
  • Acid house: é uma house music mais “louca”, psicodélica. Seu nome já explica, porque remete à droga homônima.
  • Progressive house: caracterizado pela progressão musical nas linhas de baixo e melodias. Tem elementos semelhantes ao trance.

Música eletrônica no Teatro L’Occitane: Guy Gerber, Blond:ish e +

Guy Gerber é um DJ, produtor e músico israelense que trabalha na cena techno de música eletrônica. Blond:ish é atualmente representado por Vive-ann Bakos, DJ e produtora canadense. Sua formação original era um duo formado em 2008 com Anstascia D’Elene Corniere.

Ambos estarão no Teatro L’Occitane para o Óscar to Trancoso!

Oscar to Trancoso – Secret Paradise

Mais uma vez, o Teatro L’Occitane abriga uma festa maravilhosa em Trancoso, no dia 27 de dezembro 2019, às 23h: Óscar to Trancoso | Secret Paradise!

oscar to trancoso

A festa open air, de conceito europeu, foi idealizada por Óscar Martins, uma referência em produção de eventos de acordo com a revista FORBES.

Com público seleto e open bar premium, já temos 6 atrações confirmadas, inclusive Guy Gerber e Blond:ish!

Garanta já o seu ingresso!

Saiba mais sobre o evento!