Data: 30 de março de 2019

17.00 horas – Abertura do Bar
18.30 horas – INÍCIO DO CONCERTO
Local: Teatro L’Occitane

MÚSICA SINFÔNICA + TERRA BRASILLIS

ORQUESTRA ACADÊMICA MOZARTEUM BRASILEIRO
CORO MOZARTEUM BRASILEIRO
Carlos Moreno, regente
Angelica de la Riva, soprano
Lorenz Nasturica-Herschcowici, violino
Yuri Afonkin, viola
Lucas Navarro, oboé
Herman van Kogelenberg, flauta

Parte I: Concerto Sinfônico

Antonio Carlos Gomes (1836 – 1896)
da ópera “O Guarany”
Abertura

Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791)
Sinfonia Concertante para violino e viola
3° movimento – Presto
Lorenz Nasturica-Herschcowici, violino
Yuri Afonkin, viola

Antonio Pasculli (1842 – 1924)
Gran Concerto e tema de Verdi – de ‘I Vespri Siciliani’ para oboé e orquestra

François Devienne (1759 – 1803)
Concerto nº 7 para flauta
1° movimento – Allegro
Herman von Kogelenberg, flauta


Intervalo de 15 minutos


Parte II: Terra Brasillis

Johannes Brahms (1833 – 1897)
Abertura Festival Acadêmico
Coro

Antônio Carlos Gomes (1836 – 1896)
Quem Sabe
Angelica de la Riva, soprano

Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959)
O Trenzinho do Caipira
Coro

Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959)
‘A Floresta do Amazonas’
Melodia Sentimental
Angelica de la Riva, soprano

Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959)
Bachianas n° 5
1° movimento – Ária (Cantilena) – Adagio
Angelica de la Riva, soprano

César Guerra-Peixe (1914 – 1993) & C. Pereira
Mourão (versão sinfônica)

Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959)
Chorus 10
Coro

Mais uma edição de sucesso! O 8º Música em Trancoso terminou sábado com o concerto “Música Sinfônica + Terra Brasilis”. A protagonista do espetáculo foi a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro, que mostrou toda sua potência sob regência de seu maestro titular, Carlos Moreno.

Na primeira parte, o programa teve solos do violinista romeno Lorenz Nasturica-Herschcowici, do violista russo Yuri Afonkin, do oboísta espanhol Lucas Navarro e do flautista holandês Herman van Kogelenberg. Em “Terra Brasilis”, na segunda parte, o repertório destacou os compositores brasileiros Heitor Villa-Lobos, César Guerra-Peixe e Carlos Gomes, com solos da soprano brasileira Angelica de la Riva e uma emocionante participação de indígenas Pataxó.

O espetáculo contou também com o Coro Mozarteum Brasileiro, que tem o professor Francisco Campos como coordenador. Agora é marcar na agenda a edição de 2020 do festival: 14 a 21 de março.

Música Sinfônica 

Terra Brasilis

Confira os artistas que passaram no Teatro L'Occitane