Solos magistrais e uma apresentação arrebatadora de Porgy & Bess marcam a segunda noite do 7º Música em Trancoso

Domingo, 4 de Março

17.00 horas – Abertura do Bar
18.30 horas – INÍCIO DO CONCERTO
Local: Teatro L’Occitane

MÚSICA SINFÔNICA + PORGY & BESS

Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro
Carlos Moreno, regência
Oscar Bohorquez, violino
Leonard Elschenbroich, violocelo
Matthias Ambrosius, clarinete
Félix Dervaux, trompa
Timur Martynov, trompete

INTERVALO

George Gershwin – Porgy & Bess
Wolfgang Roese, regência
Ebony Preston, soprano
Derrick Lawrence, barítono
Coro Música em Trancoso

Porgy and Bess, a ópera de George Gershwin que estreou em 1935, marcou a segunda noite do 7º Música em Trancoso com dois solistas magníficos – a soprano Ebony Preston e o barítono Derrick Lawrence . Foi a estreia destes cantores norte-americanos no Brasil, que proporcionaram apresentações arrebatadoras.

O espetáculo contou também com a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro (OAMB), sob regência do maestro alemão Wolfgang Roese, o Coro Música em Trancoso e a participação especial do pianista polonês Maciej Pikulski.

Obra que costuma tocar a emoção de todos, Porgy & Bess ganhou, nesta produção, a vitalidade da OAMB e do Coro Música em Trancoso, que estreou no festival já empolgando o público pelo talento e desenvoltura. Seus 58 cantores brilharam também pelo desempenho coreográfico durante o espetáculo. Sob a direção carregada de entusiasmo do maestro Roese, reviveu-se no palco a fascinante história de Porgy e Bess, personagens já interpretados por lendas da música como Louis Armstrong e Ella Fitzgerald.

Para o público do 7º Música em Trancoso, Ebony Preston e Derrick Lawrence foram uma revelação. Voz cristalina, carismática, Ebony Preston encarnou Bess com magnetismo cênico e dramaticidade na medida certa. Seu par, Derrick Lawrence, impressionou igualmente pela potência vocal e a naturalidade na interpretação de Porgy.

Antes de Porgy & Bess, a segunda noite do 7º Música em Trancoso apresentou na primeira parte um programa que destacou a excelência instrumental de cinco solistas. A Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro, sob regência de Carlos Moreno, acompanhou com versatilidade diferentes solos e composições. Obras de Beethoven, Tchaikovsky, Rossini, Strauss e de um compositor do século 20, o armênio Alexander Arutiunian, foram interpretadas com maestria pelos alemães Oscar Bohórquez (violino), Leonard Elschenbroich (violoncelo) e Matthias Ambrosius (clarinete), o francês Felix Dervaux (trompa) e o russo Timur Martynov (trompete).

No conjunto, a segunda noite do 7º Música em Trancoso ofereceu para a plateia um generoso banquete musical.

Texto: Mozarteum Brasileiro

Confira, clicando nas datas abaixo, as fotos de cada dia do Música em Trancoso 2018.

03 de março – Concerto Sinfônico

05 de março – Breakdance

06 de março – Divas do Rock, Jazz e Clássico

07 de março – Jazz & Soul

08 de março – Música de Câmara

09 de março – Musicais da Broadway

10 de março – Óperas

Veja os artistas que trabalharam no Música em Trancoso 2018

Faça seu evento no Teatro L'Occitane