Noite de Câmara

Quinta, 23 de Março | Noite de Câmara

INICIAÇÃO MUSICAL
8.00 – 10.30 horas – Escolas públicas locais
MASTERCLASSES
15.00 – 17.00 horas – Facilities

CONCERTO AO AR LIVRE
12.00 – 13.30 horas – Praça do Bosque
17.00 horas – Facilities – Abertura do Bar
18.30 horas – Início do concerto

MÚSICA DE CÂMARA
Lorenz Nasturica, violino
Mathieu Dufour, flauta
Andreas Wittmann, oboé
Elena Serova, cembalo
Alunos escolhidos nas masterclasses

 

As noites dedicadas à música de câmara se tornaram uma marca do Música em Trancoso. Seus espetáculos expressam o espírito do festival, cujo leque de objetivos inclui o estímulo ao intercâmbio artístico e o desenvolvimento dos músicos brasileiros.

O programa denominado Música de Câmara é o momento em que os solistas internacionais convidados, que na Europa atuam nas mais importantes orquestras do mundo, se apresentam junto com os músicos brasileiros que, durante o festival, freqüentaram suas masterclasses. A noite Música de Câmara é o resultado desta convivência de quase uma semana e as apresentações conjugam os talentos de todos. Um deleite para o público e também para os artistas que, no palco, transmitem a satisfação do trabalho desenvolvido em conjunto.

Na sexta noite do festival, o programa Música de Câmara reuniu 21 músicos brasileiros, pertencentes à Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro, e mais seis eminentes solistas internacionais: o violinista Lorenz Nasturica-Herschcowici, que tem participado com assiduidade do festival, Mathieu Dufour (flauta), Andreas Wittmann (oboé) e Elena Serova (cêmbalo – ou cravo).

As obras apresentadas pelos quatro artistas convidados, junto com a orquestra de câmara formada pelos músicos brasileiros, rendeu belos solos e interpretações conjuntas, em um programa que incluiu preciosidades de autores clássicos, como Bach, Ginastera, Haydn, Respighi e Vivaldi.

Além de proporcionar um excelente espetáculo para o público, o programa Noite de Câmara cumpre o papel de fomentar o aprimoramento dos músicos brasileiros e proporcionar encontros entre músicos de diferentes culturas e formações. Com isso, o Música em Trancoso se firma, cada vez mais, como um evento que não se atém ao imediatismo da festa musical, mas às perspectivas futuras.

Confira os artistas que passaram no Teatro L'Occitane