Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro

,
orquestra academica mozarteum brasileiro

Em março de 2017, na sexta edição do festival Música em Trancoso, uma nova orquestra surgiu no Brasil. Sob direção artística de Sabine Lovatelli e regência do maestro Carlos Moreno, a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro (OAMB) iniciou sua trajetória com quase 87 músicos e a realização de quatro concertos consagradores, em companhia de grandes solistas da cena internacional.

Aplaudida por público e críticos, a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro continuou mostrando sua capacidade e potencial. Em maio de 2017, na Sala São Paulo, dividiu o palco com uma das maiores cantoras líricas da atualidade: a soprano alemã Diana Damrau, que se apresentou pela primeira vez no Brasil em companhia do baixo-barítono francês Nicolas Testé. Foi mais um momento notável e de grande significado para este conjunto sinfônico que simboliza o enorme talento dos músicos brasileiros.

Em um momento em que muitas orquestras brasileiras enfrentam retrações de trabalho, a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro surgiu como mais uma iniciativa arrojada e de fomento cultural do Mozarteum Brasileiro.

Enviar Comentário