Yuri Afonkin

Yuri Afonkin nasceu em Leningrado em 1978. Estudou sob orientação do professor Vladimir Stopichev, no Conservatório de São Petersburgo, onde se graduou em 2002. De 1996 a 1999 foi solista da Orquestra Acadêmica Glinka Cappella de São Petersburgo e desde o ano 2000 é primeiro viola da Orquestra Mariinsky. Em 2008 foi condecorado com o título de Artista de Honra da Rússia.

Ele se apresenta como solista da Orquestra Mariinsky em óperas e balés, concertos sinfônicos, recitais e concertos de câmara. Participa de festivais e turnês de concerto do teatro e tocou como solista nas orquestras Mariinsky, Glinka Cappella, Orquestra Sinfônica Acadêmica Estatal Russa “Evgeny Svetlanov” e na Orquestra de Câmara da Filarmônica de Munique. Tocou sob a regência de maestros como Valery Gergiev, Christian Knapp, Nikolaj Znajder, Alexander Tchernushenko e se dedica à música de câmara ao lado de Rudolph Buchbinder, Wilfried Strehle, Lorenz Nasturica-Herschcowici, Sofia Kiprskaya. Apresentou-se no Carnegie Hall (Nova York, EUA), na Philharmonie Gasteig de Munique, na França e Finlândia, participou dos festivais Estrelas das Noites Brancas e Festival de Mikkeli (Finlândia), entre outros. Seu vasto repertório vai de peças solo do século 17 à música contemporânea, incluindo a sinfonia Haroldo na Itália, de Herctor Berlioz, mais importante obra composta para viola. Afonkin foi o primeiro a executar o Concerto Dolce de Rodion Shchedrin em São Petersburgo.

Habilidades

, ,

Postado em

5 de novembro de 2018

Enviar Comentário