Toquinho é um dos maiores músicos brasileiros de todos os tempos. Ao lado de Vinicius de Moraes, Toquinho eternizou diversas músicas que hoje fazem parte do repertório popular do nosso país.

Antonio Pecci Filho, mais conhecido como Toquinho, é um famoso violonista e cantor brasileiro. Ele teve sucesso internacional com várias composições próprias e ao lado do poeta e também cantor Vinicius de Moraes.

Atualmente, com 73 anos, Toquinho está para sempre marcado na história da música brasileira e continua realizando shows e apresentações que encantam a todos que o assistem!

Leia o resto da matéria para saber mais sobre a vida e a arte de Antonio “Toquinho”!

Quem foi Toquinho?

Toquinho nasceu com o nome de Antonio Pecci Filho, no dia 6 de Julho de 1946, em São Paulo. Enquanto era bem novo, sua mão o chamava de “meu toquinho de gente”. Assim o tempo passou e o apelido Toquinho permaneceu. Atualmente, esse apelido é conhecido por todos como um dos artistas mais expressivos da música aqui no Brasil.

Desde pequeno, Toquinho mostrou se interessar por música e principalmente pelo violão. Quando era jovem, com 14 anos de idade, Antonio Pecci começou a ter aulas com seu mestre Paulinho Nogueira. Esse, foi o principal professor de Toquinho, e o introduziu ao caminho do violão que estuda a descoberta da passagem do acompanhamento para o solo.

Depois, Toquinho conseguiu enriquecer seus conhecimentos harmônicos com Edgard Giuanullo e aprimorou esses conhecimentos em função da sua amizade com Oscar Castro Neves.

Naquela época, um estilo diferente de tocar violão apresentado por Baden Powell encantou o iniciante Toquinho. Esse, que queria aprimorar sua personalidade como violonista, buscou o conhecimento e a intimidade necessária com o violão clássico através de Isaías Sávio.

Quando já compunha algumas músicas, Toquinho fez curso de orquestração com o maestro Léo Peracchi. Ainda adolescente, Toquinho se apresentou em diversos clubes, colégios e faculdades, até quando chegou ao profissionalismo.

Do Brasil para o Mundo!

Assim que se tornou profissional no que fazia, ele fez parte de um grupo muito talentoso dos anos 60 ao lado de diversos artistas:

  • Elis Regina
  • Zimbo Trio
  • Marcos Valle
  • Bossa Jazz Trio
  • Taiguara
  • Ivete
  • Tuca
  • Geraldo Cunha
  • Chico Buarque

Nesse momento, Walter Silva (radialista) reuniu esses artistas e aproveitou o máximo deles. Assim ele expandiu os seus talentos em shows espetaculares no palco do Teatro Paramount.

Devido a convivência e essa aproximação, Toquinho se tornou muito amigo de Chico Buarque. Essa forte amizade iniciada aos 17 anos, se tornou o fruto de diversas composições. A primeira delas, foi a canção “Lua cheia”, que foi a primeira melodia composta por Toquinho a receber uma letra.

Em 1967 “Lua cheia” se tornou sua primeira canção gravada em disco, no LP da RGE: Chico Buarque de Holanda – Volume 2.

Essa amizade ficou ainda mais forte em 1969, quando Toquinho viajou para a Itália e permaneceu por 6 meses ao lado de Chico. Nesse período, os dois realizaram uma temporada de 45 shows por toda a Itália, com apresentações em castelos medievais até cantinas suburbanas.

Parceria com Vinícius de Moraes.

toquinho

No período em que estava na Itália, em 1969, Toquinho gravou seu violão no LP La Vita, Amico, É LArte DellIncontro. Esse LP tinha participação de Giuseppe Ungaretti e Segio Endrigo cantando a versão italiana das músicas de Vinicius de Moraes. Esse disco era pra homenagear o poeta brasileiro.

Nesse disco, seu violão faz um alinhavo musical entre as músicas e as poesias de Vinicius. Baseando-se nesse LP, Vinicius de Moraes convidou Toquinho em junho de 1970 para tocar ao lado dele e Maria Creuza, numa série de shows numa boate de Buenos Aires: La Fusa.

Esse encontro foi um dos mais marcantes do Brasil. Dele, surgiu uma parceria inédita e incrível que se alastrou por 11 anos e encantou todo o Brasil e o mundo. Toquinho e Vinícius de Moraes tinham uma produtividade constante em todos os sentidos da música, criando mais de 120 composições juntos.

Juntos, gravaram em média 25 LPs no Brasil e no exterior, tendo sucesso internacional. Assim, realizaram mais de 1000 shows em palcos do Brasil, da Europa e de toda a América Latina. Em 1971, eles inauguraram os Circuitos Universitários. Isto é, se apresentaram em universidades do Brasil inteiro, e foram pioneiros ao produzir trilhas sonoras propriamente para novelas de televisão.

Momentos marcantes e morte de Vinícius.

  • as gravações feitas na Itália para o LP La voglia la pazzia l’incoscienza l’allegria, de 1976 com participação de Ornella Vanoni.
  • um show realizado no Canecão no Rio de Janeiro, em 1977. Teve participação de Tom Jobim e Miúcha além da dupla Toquinho e Vinícius (esse espetáculo tem até hoje os recordes de duração e de público. Ao todo foram 7 meses naquela casa).
  • o espetáculo marcante “Dez Anos de Toquinho e Vinicius”, em 1979.

Ao longo dessa eterna parceria com Vinicius, Toquinho cultivou outras várias parcerias musicais, como a de Gianfrancesco Guarnieri na década de 70.

Toquinho diz que “Aproveitou Vinícius até o fim”. Isso porque os dois estavam juntos no momento da morte do eterno parceiro. Ele morreu no dia 8 de julho de 1980, já com uma saúde muito frágil. Toquinho disse o seguinte sobre a morte de seu companheiro:

Ele se fora mesmo, como aqueles gatos boêmios, furtivos, levando junto a poesia para derramá-la pelos telhados da eternidade.

Sem dúvida, Toquinho é uma lenda da música. Seu maior sucesso foi lançado em 1983: A famosa música Aquarela. Assim, ficou para sempre marcado na historia da musica popular e infantil do Brasil. Saiba mais sobre a história dessa música clicando aqui!

Toquinho no Música em Trancoso 2020!

Agora, em 2020, o compostiro, cantor e violonista vem para Trancoso se apresentar ao lado de diversos artistas talentosos durante a semana musical do Música em Trancoso 2020.

Na noite do dia 16 de março de 2020, Toquinho estará no Teatro L’Occitane com a cantora Camilla Faustino, Nailor Proveta tocando clarinete, Ivani Sabino no baixo e Pepa D’elia na bateria.

Confira um de seus shows mais marcantes abaixo e venha para o Música em Trancoso 2020!

Fotos de VEJA e Som Livre.

Ingressos Música em Trancoso 2020